Menu

#BlackLivesMatter (Vidas Negras Importam)

Nome da escola

E.E. José Geraldo Vieira

Nome do diretor

Teder Roberto Sacoman

Nome do coordenador

Carina de Santana Silva Lopes

Tipo de projeto

Aula on line via meet

Objetivo

  • Contextualizar e analisar o movimento #BlackLivesMatter (Vidas Negras Importam);
  • Estabelecer relação entre a eletiva e o núcleo comum de disciplinas;
  • Promover aprendizagem mediada por tecnologia realizando atividade proposta no Padlet que pretendia mostrar a população negra de forma afirmativa;
  • Construir argumentação crítica sobre as práticas sociais de discriminação e preconceito;
  • Identificar e questionar práticas de racismo;
  • Identificar, a partir de registros e relatos práticas de racismo e discriminação,
  • Contemplar por meio da situação de aprendizagem os pressupostos do ERER.

Justificativa

O assassinato do negro George Floyd, asfixiado por um policial branco em Minnesota, nos Estados Unidos, disparou uma série de manifestações pelo mundo, espalhando pela internet a hashtag #blacklivesmatter (Vidas negras importam, em português). Apesar de ser um caso que aconteceu nos EUA, houve repercussões desse acontecimento no mundo todo, inclusive aqui no Brasil, onde fatos semelhantes são, infelizmente, corriqueiros. Diante desse cenário, a escola tem o papel de olhar para o que está acontecendo na sociedade, expor o tema e combater o racismo. Esse é um dos objetivos da disciplina eletiva, (Que Mundo é Esse), contextualizar e estabelecer uma visão crítica a respeito dos fatos sociais prementes em nossa sociedade. Não se trata, contudo, de se limitar a ações pontuais quando tragédias acontecem, tampouco vitimizar a população negra. A proposta é tornar a questão permanente no currículo, com debates e atitudes, ainda que agora os estudantes estejam em casa, e mostrar a identidade negra de maneira afirmativa. Essa função da educação em relação a assuntos de etnia tem respaldo na Lei nº 10.639, de 2003, que trata da obrigatoriedade do ensino da história e da cultura afro-brasileira e africana nas escolas. O direcionamento é reforçado pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que, por sua vez, orienta os currículos em relação à diversidade dos saberes, à empatia e ao cuidado com a saúde física e emocional própria e do outro. Enfim, a boa prática se justifica, na medida em que, contribui para analisar e contextualizar a questão racial para os alunos do JGV.

Data de realização

22 de abril de 2021

Organização

Professores Kamila e Fábio

Público

Alunos da eletiva Que Mundo é Esse

Participantes

29

Sobre a prática

A aula se desenrolou da seguinte forma: No início da aula os professores Fábio e Kamila explicaram os objetivos da aula, e as habilidades que seriam trabalhadas. Depois, por meio de uma aula expositiva dialogal mostraram através de imagens e notícias de jornal o que foi o stopim do movimento #blacklivesmatter, os alunos comentaram sobre as notícias, e disseram que, inclusive, no dia anterior a aula o policial que havia assassinado o negro Geroge Floyd havia sido condenado pela suprema corte americana. Após essa introdução, o professor Fábio trouxe um histórico do problema racial nos Estados Unidos, fazendo a ponte com a problemática também no Brasil, e mostrando como a questão racial é um problema latente nos EUA que tem a História profundamente marcada pelo racismo, o qual é uma questão estrutural. Após esse momento os alunos assistiram ao vídeo A Reflexão do Estado Racista, com o professor Silvio de Almeida, onde, ele explica o que é racismo estrutural, após isso, os alunos fizeram seus apontamentos sobre o que tinham entendido sobre o vídeo, e houve um debate. Após a conversa com os alunos continuamos com o Histórico do problema racial no EUA falando sobre a Guerra Civil Americana, a Escravidão, o movimento dos Panteras Negras nos anos 50 do século XX, e mais uma série de vídeos trazidos pela professora Kamila, que também comentou sobre a questão da mulher negra, nesse debate sobre o racismo. Ao final concluímos a aula com frases emblemáticas de ativistas negros que pediam por igualdade entre as pessoas. E como atividade construíram um mural no Padlet com o objetivo de mostrar a população e personalidades negras de forma afirmativa. Você pode ver a atividade no seguinte link: https://padlet.com/kamilas1/vidasnegrasimportam

PDF